Prazo apertado? Conheça as técnicas de impressão para quem não tem tempo a perder

Tempo de leitura: 6 minutos

Então você precisa de camisas estampadas e quer que tudo seja feito o mais rápido possível? Confira as principais técnicas de impressão digital ou não digital para saber como escolher a melhor para as suas necessidades!

Se você já tem o conceito e as ideias para dar o seu toque personalizado aos produtos e criar peças exclusivas, seja para eventos, para uso próprio ou para vender, o próximo passo a ser dado é decidir como eles serão produzidos.

Separamos aqui as principais técnicas da estamparia e seus prós e contras, para que possamos ajudá-lo neste processo e facilitar ao máximo o caminho rumo à melhor decisão.

Transfer

Transfer, como o próprio nome já diz, significa “transferência”. É simples: a estampa é transferida de um papel para a camiseta. Não são necessários muitos recursos e o custo não é alto. Você vai precisar de uma impressora de jato de tinta e um papel específico para o transfer.

Quando a impressão é feita, você só precisa pressionar o papel contra a camiseta usando uma prensa térmica. Assim, a imagem será transferida do papel para o tecido.

Sabe aquela sensação de que a área da estampa fica mais dura que o resto do tecido? É porque não é um processo que está tingindo a camiseta e sim “colando um adesivo” nela.

Vantagens

Por ser um processo relativamente simples, não necessita de uma quantidade mínima de peças para poder ser feita. Levando em conta todo o processo, o custo é relativamente baixo, e a margem de lucro pode ser muito alta, caso esteja interessado em vender o que produzir.

Desvantagens

Dá para notar a aparência de adesivo colado em tecido, principalmente se o Transfer for feito em camisas pretas, mesmo se o acabamento da estampa for feito da melhor forma possível. Entretanto, existem novas técnicas de Transfer que conseguem eliminar este problema.

Então você precisa de camisas estampadas e quer que tudo seja feito o mais rápido possível? Confira as principais técnicas de impressão digital ou não digital para saber como escolher a melhor para as suas necessidades!

Sublimação

A Sublimação parece muito com o Transfer na parte em que a imagem é transferida para o tecido. Entretanto, as semelhanças param aí, uma vez que o processo de transferência é diferente e há o uso de tinta nesta técnica.

Pensando quimicamente, a Sublimação ocorre quando os elementos passam direto do estado sólido para o gasoso, como no caso do gelo seco.

Já na estamparia, a tinta sublimática é impressa em um papel, passando do estado líquido para o sólido. Entretanto, ao ser prensada contra a camisa usando uma prensa térmica, a tinta passa do estado sólido para o gasoso e penetra no tecido, aderindo totalmente à superfície.

Essa técnica só funciona perfeitamente em tecidos brancos e pode ser feita uma sublimação que preencha uma camisa completamente e também, pode ser usada para estampar canecas e bonés.

Vantagens

Não existe uma limitação com relação a quantidade de cores que podem ser usadas. Além disso, é possível realizar estampas completas em todo o tecido. Além do tecido, há também outros materiais que podem receber o procedimento além de camisetas, como vidro, plástico e metal.

É um processo rápido e o custo para produzir uma peça ou cem peças é parecido. Não é necessário a criação de diversas telas para estampar, como é o caso da Serigrafia e nem deixa a sensação de estampa colada em camisa, como no Transfer.

Desvantagens

Além de esta técnica não funcionar em tecidos escuros, eles precisam ser sintéticos para que a estampa possa ser feita. O tecido de poliéster é a superfície ideal para receber a sublimação, e outras opções como cetim, crepe, helanca, microfibra, musseline e organza também podem passar pelo procedimento.

É preciso verificar antes se o tecido tem pelo menos 60% de fibra sintética para que a sublimação seja bem-sucedida.

Serigrafia (Silk Screen)

No processo de Serigrafia, são usadas telas com os recortes que farão parte da estampa. Desta forma, no momento em que as telas forem colocadas contra a camisa, a tinta passará apenas pelos espaços recortados. Assim como as técnicas anteriores, a Serigrafia é bastante manual.

Esta é uma das técnicas mais demoradas, uma vez que, para cada cor da estampa, é necessária uma tela diferente. Isto também torna a Serigrafia um processo caro, mas que gera bons resultados.

Para passar a tinta para o tecido, são usadas pranchas que manterão a camisa esticada. Em seguida, a tela é apoiada na área que será estampada e a pessoa responsável por estampar a camisa passa, então, um rodo sobre a tela para distribuir uniformemente a tinta no tecido.

Vantagens

Entre todas as técnicas da estamparia, a Serigrafia é uma das mais resistentes, além de possuir um baixo custo em equipamentos para serem usados na produção. A Serigrafia ainda funciona muito bem em tecidos escuros.

Desvantagens

Por necessitar de uma tela para cada cor da estampa, há uma limitação na quantidade que podem ser usadas na estampa. Além disso, para que compensam os gastos com as telas, é preciso que o pedido seja em grandes quantidades.

Então você precisa de camisas estampadas e quer que tudo seja feito o mais rápido possível? Confira as principais técnicas de impressão digital ou não digital para saber como escolher a melhor para as suas necessidades!

Impressão Digital (Silk Digital)

Se formos explicar de forma simples, é exatamente o que o nome diz: a estampa é impressa diretamente na camiseta.

A Impressão Digital é o que há de mais tecnológico na área da estamparia. Entrega quase a mesma qualidade que a Serigrafia, mas com mais rapidez e sem a necessidade de usar várias telas para estampar a camisa.

Assim, o custo final de produção acaba sendo menor do que o da Serigrafia. Entretanto, o custo do equipamento com certeza é, de longe, o mais caro entre todas as técnicas apresentadas neste post.

Talvez a aquisição destes equipamentos compense menos que contratar estamparias para produzir suas camisetas.

Vantagens

Com a Impressão Digital, é possível imprimir diretamente em tecidos escuros, sem deixar detalhes visíveis, como a aparência adesivada que o Transfer deixa. Além disso, as cores não são limitadas, permitindo maior liberdade criativa. E é possível produzir camisas por demanda, já que não existe limite mínimo para a produção.

Desvantagens

Além de ser recomendada a aplicação em camisas de algodão, as tintas e os equipamentos não são baratos, inclusive necessitam de manutenções periódicas no equipamento.

Conclusão

Se você está procurando rapidez, deve escolher a Impressão Digital como a técnica ideal para produzir as suas camisas, sem sombra de dúvidas. Entretanto, sempre indicamos que deve analisar as suas necessidades e seu orçamento.

Para continuar por dentro de mais dicas como estas, curta já a nossa página no Facebook e acompanhe as notícias!

E não deixe de assinar a nossa newsletter também para receber sempre conteúdos novos!