Silk Screen ou Serigrafia, existe diferença entre estes tipos de estampas?

Tempo de leitura: 5 minutos

Silk Screen e Serigrafia, são dois termos que vemos muito por aí quando se trata de tipos de estampa. Mas, existe alguma diferença entre elas? Continue lendo e saiba mais!

Na verdade, não existe qualquer diferença entre o Silk Screen e a Serigrafia, sabe o porquê? Porque é a mesma técnica, apenas com termos em outra língua – no caso, inglês e português.

Como funciona a técnica de Serigrafia/Silk Screen?

A Serigrafia é o processo mais antigo entre as técnicas de estamparia e é centenária! 

No Oriente

Desde os tempos passados, existe o estêncil para a aplicação de padrões nas mais variadas superfícies existentes. 

Na China

Os recortes eram feitos em papel ao invés das telas que conhecemos e eram aplicados principalmente em tecidos. 

Em outras áreas do Oriente

Assim como no Japão, o processo de serigrafia era utilizado na aplicação de emblemas em armaduras de samurais, “roupas” das montarias e em estandartes.

No Ocidente

Existem registros que datam do século passado em Lyon, na França, onde o processo de recortes e máscaras já eram utilizados em indústrias têxteis. Eles aplicavam as imagens em tecidos através dos recortes e com pincéis.

No início do século, também foram registradas as primeiras patentes: em 1907 na Inglaterra, e em 1915 nos Estados Unidos. Desta forma, o número de produtos comerciais com estampas impressas via Serigrafia cresceu bastante. Inclusive, não era algo exclusivo de vestuários. Na América, o processo era aplicado em móveis, paredes e diversas outras superfícies para decoração. 

No processo de Serigrafia atual, são usadas telas com os recortes que farão parte da estampa da camisa. É uma técnica que exige esforço manual, uma vez que o trabalho é todo feito por uma pessoa, que precisa colocar a tela sobre a peça e realizar todo o processo.

Para passar a tinta para o tecido, são usadas pranchas que manterão a camisa esticada durante todo o momento da aplicação. Em seguida, a tela é posicionada no local em que a estampa ficará e o funcionário responsável por estampar a camisa passa o rodo sobre a tela, de modo que toda a tinta posicionada seja distribuída de forma uniforme por todo o tecido.

Como para cada cor presente na estampa é necessária uma tela diferente, esta técnica é considerada uma das mais demoradas. Por conta disso, também, a Serigrafia é considerada um processo caro, se forem feitos pedidos em pequenas quantidades, já que seria necessário produzir todas as telas. Imagina investir na produção de telas para estampar uma camisa apenas?

Entretanto, se forem pedidos com grandes quantidades, a Serigrafia acaba se tornando a mais em conta, uma vez que o custo das telas não vai mudar se forem feitas uma peça ou diversas.

Desvantagens da Serigrafia

Por necessitar de uma tela para cada cor da estampa, as cores que podem ser utilizadas na estampa são limitadas. Além disso, como mencionamos anteriormente, para que o custo de produção das telas compense, é preciso que pedidos em grandes quantidades sejam feitos. 

Vantagens da Serigrafia

Entre todas as técnicas da estamparia, a Serigrafia é uma das mais resistentes, além de possuir um baixo custo em equipamentos para serem usados na produção, desde que a quantidade de peças feitas em um pedido seja grande. 

A Serigrafia ainda funciona muito bem em tecidos escuros, o que não é algo que outras técnicas, como a Sublimação e o Transfer, conseguem lidar muito bem, apesar de existirem técnicas modernas desta última que contornam esta situação.

Mas, estampas em camisas estão mesmo em alta?

Sempre frisamos que a estamparia não é apenas uma moda passageira! Camisas estampadas funcionam como uma propaganda, que reflete os gostos de quem as usa, sejam eles sobre cultura pop ou política, por exemplo. É uma espécie de “vitrine” que pode ser vista por todos em todos os lugares onde elas vão.

Use a estamparia ao seu favor e crie peças únicas!

É possível dizer tudo o que se deseja, por meio de estampas em camisas. Quanto mais instigante for a sua ideia, melhor. E é claro que criar a sua própria frase é muito melhor que usar referências de outras pessoas, não é mesmo?

Algumas empresas customizam camisas e te ajudam na criação de peças únicas, que sejam a sua cara! Existem diversas ideias inspiradoras e divertidas nas redes sociais, ou seja: ideias não vão faltar.

Como decidir qual a melhor técnica da estamparia para as suas necessidades?

Se você já tem o conceito e as ideias para personalizar camisas através da Serigrafia e criar peças exclusivas, seja para eventos, para uso próprio – embora a técnica não seja indicada para pedidos pequenos – ou para o seu negócio, o próximo passo a ser dado é decidir como elas serão feitas.

Para que as suas camisas se destaquem, é importante investir em alguns conceitos básicos, como no design dos produtos e na qualidade do tecido que será utilizado. É importante saber que o recomendado para a Serigrafia são peças de algodão.

É preciso analisar, também, alguns pontos essenciais para não desperdiçar tempo e dinheiro. É importante saber quais serão as suas necessidades, o quanto você está disposto a investir no processo de Serigrafia e se é melhor fazer por conta própria ou contratar uma estamparia… Analise tudo com calma!

Esperamos que tenha curtido este post. Assine a newsletter para receber mais conteúdos como esse!