4 oportunidades que você pode estar perdendo de vender mais com produtos personalizados

Tempo de leitura: 4 minutos

Aqui no blog você, provavelmente, já viu que para vender bem, é fundamental atender às necessidades dos seus clientes, e os produtos personalizados conseguem ajudar muito nesse quesito, contribuindo para a satisfação e encantamento deles.

Não importa, se você já trabalha com eles em seu negócio ou acabou de perder o emprego recentemente e está em busca de inspiração, sempre há tempo de gerar um negócio rentável a partir da venda desses produtos, a partir de algumas simples ideias. 

Mas nem só de grandes ideias se faz a venda de produtos personalizados. Você precisa estar antenado no que está acontecendo no seu mercado e no mundo para saber como agregar valor ao seu negócio de forma que faça sentido para o seu cliente.

Continue lendo o post e veja 4 oportunidades de vender mais que 2020 trouxe para a gente! 

1) Inovar em produtos, serviços e processos 

Já ouviu falar no ditado “quem arrisca, não petisca”? Isso pode se aplicar aos empreendedores que não inovam e, por isso, não conseguem tornar o seu negócio mais maduro. 

Segundo um estudo realizado pela consultoria Inventta, 54% das empresas entrevistadas pertenciam a áreas que tiveram queda na demanda durante a pandemia do novo Coronavírus, e o desafio mais citado pelos donos desses negócios foi a pressão por reduzir os investimentos em inovação. 

Ao contrário do que muita gente pensa, essa mudança não precisa ser muito mirabolante, mas sim deve ser feita a partir do desenvolvimento de soluções inéditas para superar desafios do dia a dia. 

A inovação pode ser uma grande oportunidade para as suas vendas, fazendo você consegue se destacar da concorrência e se manter relevante, ainda mais em cenários de crise. E uma forma que os donos de negócios podem inovar é por meio de produtos personalizados. 

A partir deles, é possível compor linhas especiais de produtos temáticos (como de filmes e séries), incrementar as vendas de um negócio como brindes e até mesmo a serem distribuídos para os funcionários da sua empresa, ajudando-os a ter um ambiente mais agradável, especialmente em tempos de home office

2) Atender mais e melhor

O atendimento ao cliente sofreu uma grande revolução durante a pandemia. As novas soluções tecnológicas – como as compras on-line e a entrega por delivery – e as estratégias de marketing para se destacar da concorrência – como os brindes personalizados – deixaram o consumidor mais satisfeito com atendimentos diferenciados, que prometem se consolidar no “novo normal”.

Portanto, os negócios que desejam prosperar no cenário pós pandemia precisam compreender que, a partir de agora, precisa existir uma melhoria de atendimento, comunicação, promoção e oferta para se manter no mercado. 

Grande parte disso foi motivada pelos brindes e produtos personalizados, que passaram a ser uma estratégia essencial e fixa para a maioria dos negócios, como os de alimentos, bebida, beleza, lazer, saúde, bem-estar e moda.

3) Aproveitar o home office

O distanciamento social causado pela pandemia trouxe outra grande mudança para a sociedade: a implementação do trabalho remoto.

Apesar de essa ser uma prática que tem crescido nos últimos anos no mundo todo, muitas empresas precisaram “se virar nos 30” para aderir à essa modalidade de trabalho sem impactar nos processos de produção. Por isso, não foi raro encontrar funcionários desmotivados por trabalhar de casa, seja por questões físicas ou por questões emocionais.

Nesse sentido, os produtos personalizados ajudaram a oferecer utilidade, inspiração e conforto não somente aos clientes da empresa, mas às equipes internas também. Esses produtos atuaram como uma estratégia de marketing, ajudando muitas empresas a promoverem um ambiente acolhedor para suas equipes

Para isso, o que mais vimos por aí foi a personalização de agendas, calendários, blocos de nota, canecas e demais produtos que oferecem utilidade, inspiração, conforto na rotina do colaborador. 

Os brindes também atuaram como uma estratégia de marketing de vendas, atendendo à outras empresas e pessoas físicas, à comporem seus escritórios caseiros.

Após a pandemia, a tendência é que esses produtos continuem em alta, já que esse modelo de trabalho pode continuar sem utilizado, uma vez que muitos donos de negócio sentiu uma economia no bolso ao dar o suporte para suas equipes em casa.

4) Estreitar parcerias com bons fornecedores

Este período mostrou, mais do que nunca, o valor de ter bons fornecedores – incluindo os de produtos personalizados – atuando em parceria, e que é possível conseguir condições inéditas e muito favoráveis de compra, como: frete grátis ou fixo e entrega em prazo hábil.

Por ter sido um momento de crise que atingiu a todos, tanto o lojista quanto o fornecedor, o diálogo se tornou primordial e mostrou como o bom relacionamento é essencial para fazer bons negócios, para ambos os lados. 

E não deixe de assinar a nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse!