Como manter a venda de produtos personalizados em tempos de quarentena?

Tempo de leitura: 6 minutos

O combate ao Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) fez com que a população mundial precisasse se recolher do convívio social para diminuir o impacto de sua transmissão. Isso significou que todo o comércio precisou fechar as portas e muitos empreendedores autônomos, se reinventar para continuar vendendo. Aqueles que vendem brindes e camisetas personalizadas – seja em marca de roupas, doces, sobremesas ou bebidas que acompanham brindes – se enquadram nesse cenário, e podem estar quebrando a cabeça para descobrir uma forma de segurar as vendas, com os novos hábitos de consumo de seus clientes.

Uma das formas mais acessíveis de se contornar a recessão é através da venda dos produtos pela internet, que permite um universo de ações criativas para dialogar, entreter, atrair e reter o seu público potencial. Fique por dentro de algumas dessas estratégias no texto a seguir e não desanime!

Use e abuse da Internet e Redes Sociais

Hoje em dia, a internet é uma grande aliada na comunicação e na venda de produtos. Em tempos de quarentena, em que as pessoas precisam trabalhar, estudar e se recolher em casa, o seu consumo dos mais variados produtos e serviços pode crescer ainda mais do que o normal. 

Por isso, é fundamental se posicionar no meio digital como um vendedor de camisetas e brindes personalizados, para atrair novos clientes e fidelizar os seus consumidores. Uma dica é elaborar estratégias de venda nas redes sociais para dialogar e se mostrar útil para o seu público. Lembre-se: quem não é visto, não é lembrado!

Monte um planejamento

Primeiramente, é essencial repensar a sua marca como um tudo. Você precisa:

  • rever o público;
  • pesquisar na concorrência o que ela tem feito;
  • adequar o conteúdo ao contexto atual;
  • pensar em conteúdo além da venda do produto em si;
  • se a marca já tiver um blog, pensar em conteúdo de Inbound Marketing para ganhar relevância;
  • repensar a própria linha de produtos, vendo o que realmente vende e novos produtos que possam ser incorporados;
  • e elaborar um cronograma das suas postagens. O importante é postar regularmente para aumentar a sua presença nas redes sociais e, assim, tentar conquistar novos seguidores e potenciais clientes. 

(Re)descubra o seu público

Se você ainda não se posiciona como vendedor nas redes sociais, é hora de pensar no público que você deseja atingir. Às vezes, você foca muito em atingir um público que não é necessariamente a sua persona, isto é, o seu público-alvo ideal. 

Pense em características, como: idade, sexo, região em que mora e preferências. Essas estratégias vão ajudar você a elaborar um conteúdo condizente com os clientes que você já tem e/ou com os que você quer alcançar.  

Por outro lado, se você já está presente nas redes, faça uma análise das suas publicações e veja quem é o público que está engajando com elas. Plataformas como o Facebook e o Instagram permitem que você tenha acesso a esses dados. Se os resultados não forem satisfatórios, especialmente na hora das vendas, é hora de repensar em uma estratégia. 

Independentemente de você já estar ou não atuando nas redes sociais, é fundamental fortalecer os laços com o seu público. Esteja sempre disposto a tirar dúvidas, a esclarecer problemas e a propor soluções. Os seus clientes precisam confiar em você e saber que você está à disposição. 

Pense em conteúdos que vão além da venda

Embora o seu objetivo durante a recessão seja vender, os seus conteúdos precisam ir além disso. 

É claro que você precisa destacar os seus brindes e as suas camisetas personalizadas, mas aproveite para incluir postagens que possam entreter, educar e mostrar mais sobre a sua trajetória profissional e os seus produtos.  

O público não quer ser bombardeado com informações de vendas, ainda mais em um momento delicado. Por isso, também procure ressaltar mensagens de otimismo e frisar que você está à disposição para o que for necessário. É uma forma de você se posicionar como um profissional zeloso. 

Trabalhe com seriedade todas as frentes de comunicação

Você pode ir além das redes sociais e apostar na newsletter para produzir conteúdos para os clientes assíduos, como: trazer informações relevantes sobre brindes e camisetas personalizadas e divulgar promoções.

Em tempos onde qualquer atividade de compra e venda depende fortemente da Internet, a comunicação com o seu público, que já é cliente ou é potencial, precisa ser planejada de forma que você esteja presente em todas as frentes. 

Portanto, rever o planejamento da sua marca inclui rever essa comunicação, se está instigando seus potenciais clientes e está dando suporte aos consumidores que estão em processo de compra ou que já compraram em outro momento passado.

Isso pode ser garantido através de um bom trabalho de CRM e newsletter, além do diálogo pelas redes sociais e site, se tiver.

Faça promoções de brindes e de camisetas personalizadas

Considere fazer promoções especiais para esse período de quarentena. É uma forma de você se posicionar e chamar a atenção dos seus (possíveis) clientes. 

Outra dica é gerar cupons de desconto que sejam válidos para compras futuras, ou seja, depois que a quarentena e a crise decorrente dela passar. O seu cliente não precisa comprar agora, mas pode ter a garantia de que ele vai ter esse desconto daqui a alguns meses ou daqui a 1 ano, por exemplo. 

Aposte no delivery e no frete grátis 

Para realizar as vendas dos seus produtos personalizados em época de quarentena, não tem como fugir do serviço de delivery. É um tipo de serviço indispensável para atender a todos que estão colaborando com a não transmissão do vírus e se mantendo recluso em suas residências. Por isso, pesquise por parceiros que possam te ajudar nesse sentido.

Verifique também se há a possibilidade de oferecer frete grátis nesse período. É uma estratégia chamativa e que pode ajudar a impulsionar as vendas dos seus produtos, pelo alto grau de necessidade de seus consumidores em comprar à distância. 

Essa foram algumas dicas de como segurar as vendas em tempos difíceis para o profissional autônomo, comerciantes e afins. Você pode descobrir mais dicas baixando o nosso infográfico gratuito sobre o tema, onde separamos 9 estratégias ainda mais aprofundadas para você não deixar de desenvolver o seu negócio. Clique na imagem abaixo e receba imediatamente em sua caixa de e-mail.

Para você se sentir ainda mais otimista, é essencial buscar um fornecedor de confiança, que esteja ao seu lado durante o período de recessão, que facilite a comunicação e que garanta a produção e a entrega dos produtos, para você conseguir manter as suas vendas.

Não deixe de assinar a nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse!