O que devo saber antes de criar roupas personalizadas?

Tempo de leitura: 5 minutos

Você pensou em uma estampa incrível e já imaginou qual seria o melhor tipo de tecido, modelos e cores para suas roupas personalizadas? Pare um instante, respire fundo e preste atenção: existem diversos fatores a serem considerados quando for criar sua roupa. E quais são eles?

Continue lendo o post e descubra!

Quanto custa produzir roupas personalizadas?

É bem comum que existam diversas dúvidas em relação ao custo de produção de roupas personalizadas e os elementos que influenciam este custo. Os mais relevantes são:

  • Tipo de tecido
  • Quantidade de estampas
  • Técnica de estampa
  • Quantas cores a estampa tem (em caso de Silk)
  • Modelo da camiseta
  • Cor do tecido
  • Quantidade de peças que serão produzidas

Estes são os fatores que precisam ser levados em conta quando for definir o preço das suas roupas personalizadas .

Qual o tipo de tecido escolher para as suas roupas personalizadas?

O tipo de tecido que compõe as roupas personalizadas é um fator-chave que influencia, não só no preço final, mas também na qualidade da roupa.

Em uma possível tentativa de economizar ao buscar um tecido de baixa qualidade, você pode ter graves consequências no futuro! As roupas podem se desgastar mais rápido que o normal, e isso vale para a estampa também, deixando os clientes insatisfeitos e diminuindo as chances de ele comprar novamente com você.

Os dois principais tipos de tecidos utilizados para produção de roupas personalizadas são o algodão e o poliéster.

O algodão é o tecido mais usado na produção de camisetas. Existem diferentes tipos de tratamento do tecido, mas os produtos feitos 100% desse material apresentam maciez e são super indicados para produzir roupas personalizadas.

Já o poliéster (ou dry-fit) é um tecido sintético, que não é tão macio quanto o algodão. Ele é utilizado principalmente em roupas de esporte. É um tipo de tecido que não amassa tão facilmente e costuma ser mais resistente que o algodão.

Além dos tecidos compostos por 100% poliéster ou algodão, existem outras opções que contam com quantidades menores de cada um deles. Por isso, é importante escolher o tecido adequado para sua camiseta personalizada.

Quais são as principais técnicas usadas na estamparia?

Existem diversos tipos de técnicas para produzir e estampar roupas personalizadas, e é preciso escolher a certa para as suas necessidades.

Você pensou em uma estampa incrível e já imaginou qual seria o melhor tipo de tecido, modelos e cores para suas roupas personalizadas? Pare um instante, respire fundo e preste atenção: existem diversos fatores a serem considerados quando for criar sua roupa. E quais são eles?

Serigrafia

A serigrafia (ou silk-screen) é uma das técnicas mais conhecidas quando o assunto é estamparia. Esta técnica utiliza telas especiais com o recorte específico para cada desenho que você deseja estampar na camiseta.

A vantagem é que o material possui qualidade e resistência excelentes. Além disso, a estampa pode ser feita usando tons vivos, metalizados ou fluorescentes, seja em tecidos claros ou escuros.

Transfer

O transfer, como o próprio nome sugere, é uma técnica da estamparia que consiste em transferir uma imagem do papel para o tecido da camiseta – ou qualquer outra peça que você deseja estampar.

Esta técnica de estamparia é rápida, prática, tem baixo custo e a imagem pode ser estampada em uma variedade de cores e tamanhos. O Transfer é indicado para tecidos em algodão, mas não é o ideal para tecidos escuros.

Outro ponto negativo é que, após a aplicação, o tecido tende a ficar espesso na região estampada, fazendo com que o material estampado fique mais quente e desconfortável.

Sublimação

Seguindo a mesma linha do Transfer, a Sublimação pode transferir qualquer figura para o tecido. A diferença é que esta técnica da estamparia não utiliza telas, e a estampa é impressa em um papel específico, com tinta sublimática. Então, a imagem, junto com a camiseta, é prensada em alta temperatura fazendo com que o pigmento penetre na fibra do tecido.

A vantagem desta técnica, é que o resultado é uma estampa repleta de detalhes, sem a limitação de cores das outras técnicas, oferece longa durabilidade e o ritmo de produção é ágil.

Já a desvantagem é que esta técnica da estamparia não funciona muito bem com tecidos escuros, já que não existe tinta branca para a Sublimação.

Silk Digital

Esta é a técnica da estamparia mais moderna da atualidade!

Com o Silk Digital, existe uma maior facilidade para garantir uma excelente qualidade nas estampas. Todo o processo é feito digitalmente, como o nome sugere, desde a preparação do desenho, até o acabamento da estampa. O que chama a atenção nesta técnica da estamparia é que é possível estampar peças em diferentes tons, além de serem criadas imagens nos mais variados tamanhos e cores, como o dourado e o prateado!

Inclusive é uma das técnicas mais duráveis, quando consideramos o desgaste da imagem com o tempo. A única desvantagem, no entanto, é que o procedimento é o mais caro, quando comparado às outras técnicas da estamparia.

Toques finais

Como você pode perceber, é importante conciliar o tipo de tecido, a estampa e a quantidade de roupas personalizadas que você quer produzir. Além disso, é de extrema importância que a arte a ser utilizada na hora do processo de estampagem esteja em uma boa resolução, o que resulta numa qualidade final maior de seu produto!

Se você quer saber como começar um negócio do zero de camisetas personalizadas, sugerimos que você baixe esse ebook completo que preparamos para você: