Conheça os diferentes tipos de estampas

Tempo de leitura: 2 minutos

Os diferentes tipos de estampas chamam a atenção. Por esta razão, explorar essa parte da moda é importante para os fabricantes. As diversas maneiras de se fazer este trabalho proporcionam resultados incríveis que fazemos questão de exibir por aí.

Por isso, apresentaremos neste post os diferentes tipos de estampas para aguçar sua criatividade e divulgar um pouco mais sobre a beleza e a arte que eles possuem. Confira cada detalhe e aprecie cada um deles!

Estampas localizadas

Trata-se de um processo de serigrafia muito tradicional e bastante usado no mercado. Ele é feito em peças individuais, não no tecido por completo. É usado, por exemplo, em camisetas, na frente ou nas costas, na barra ou manga. É um trabalho que se denomina localizado justamente por preencher um espaço determinado.

É um processo que também pode ser aplicado em outros produtos, como canecas, canetas, tênis, bonés personalizados ou mochilas. Pode ser feito em larga escala ou em produção individual; isso varia de acordo com a necessidade.

Acontece da seguinte forma: uma matriz serigráfica é aplicada no tecido e, assim, é feita a impressão da estampa diretamente na peça. Peça por peça!

Estampa corrida ou rotativa

Já a estampa corrida consiste na impressão da arte no tecido por completo — ao contrário da localizada, que é feita em um espaço pré-determinado.

Dessa forma, ela pode ser aplicada de várias maneiras. Alguns exemplos são: estampa corrida quadro a quadro, estampa falso corrido, estampa corrida em cilindro ou estampa corrida digital.

Estampa corrida quadro a quadro

É um procedimento de estamparia de rolo de tecido. A criação da estampa usa a técnica conhecida como Rapport. Com o quadro gravado, é feita a impressão quadro a quadro que passa pelo rolo de todo o tecido.

Estampa corrida cilíndrica

Na estampa corrida cilíndrica há um processo parecido com o quadro a quadro, mas nesta modalidade são usados cilindros metálicos que são perfurados com os desenhos.

Pode ser feito em máquinas de estamparia e utilizar até 12 cilindros, que estampam até 50 metros por minuto ou mais.

Estampa falso corrido

Nesta técnica, a estampa é feita em pedaços de tecido e não precisa utilizar o método do Rapport. A diferença é que este procedimento só pode ser realizado com os cortes das camisetas ou outras peças que forem escolhidas.

Em roupas prontas (costuradas), não é possível trabalhar com o método do falso corrido.

Estampa corrida digital

Neste processo, é usada uma máquina muito parecida com uma impressora que imprimirá no tecido, de forma digital, a imagem que você deseja. É direto do computador para a peça.

Trata-se de um trabalho que pode ser feito em pequena escala, bem como imprimir até foto, se desejado. A aparência fica perfeita.

Há diversos tipos de estampas

Apresentamos aqui os diferentes tipos de estampas e as diversas formas de produzi-las. É um trabalho delicado e com muitos detalhes, tudo para criar lindas imagens e torna-las peças icônicas em seu guarda-roupas.

Se você se interessou pelo assunto, continue por dentro nos acompanhando em nossas redes sociais: Facebook e Instagram!